Eu também preciso de um Planejador

Minha história me mostra o quanto precisei e por isso prezo pelo que faço. Ué mas um Planejador falando que precisa de um Planejador, como assim? Dá uma lida no texto para ver se você concorda comigo…

Quando eu falo que entendo o que se passa na cabeça e no comportamento dos meus clientes é porque sou brasileiro farinha do mesmo saco e já errei muito. Já gastei por impulso, já comprei financiado olhando só a parcela, deixei me levar pelos outros, fui atrás do que estava rendendo mais, fiquei no negativo tirando de um lado pro outro para cobrir os buracos, queria comprar casa de qualquer jeito, viajar sempre sem poder, etc…

Passei pelos Três Estados Financeiros e mesmo assim sentia um vazio, uma insegurança sobre será que este é mesmo o melhor caminho? Tive achismos clássicos do tipo que acredita que em rendimentos passados, que compra investimentos sem saber ao certo os detalhes (por preguiça ou arrogância de achar que informação da internet já era suficiente e por confiar em quem achava que conhecia).

Quando mudou?

Quando não me conformei! Questionei o efeito manada. Apesar de sempre ter sido um Planejador eu entendi o Princípio da Imparcialidade. Nada tão simples quanto “em casa de ferreiro o espeto é de pau”, mais para o lado do exemplo de um dentista que não tem como tratar da própria cárie, nem um médico de se operar.

E desses profissionais tirei uma lição também: é melhor para sua saúde, sua vida e seu bolso se for preventivo e não corretivo. Ou seja, é melhor gastar antes com prevenção. Muita gente segue com uma visão comprometida, agindo como se estivesse doente e o certo fosse esperar ficar bom para daí sim ir a um médico. Não é o melhor!

Triângulo se Equilibra

Uma grande caracterśitica do bicho ser humano é ter muita dificuldade em se ver. Ou pior, não acreditar que tenha essa deficiência! Eu falei um pouco sobre níveis de consciência neste texto. Já que todo mundo gosta de dicas, aqui vai uma: busque conselho isento e profissional, é melhor com um terceiro, alguém de fora que consiga te ajudar no seu ponto cego, naquilo que precisa melhorar.

Confiança começa quando se faz o que se fala. Portanto a pessoa de fora que vai te ajudar precisa exercer confiança. Nada de meias palavras, deve haver um mandato para o melhor e não tapinhas nas costas, incentivos fúteis ou conselhos com intenções em te vender algo. “Nem sempre o melhor caminho é o mais curto”, nos ensina a sabedoria oriental.

Ação

O equilíbrio planejamento-ação é que vai tirar as pessoas da inércia, que trará aprendizado, que trará mudança, que trarão resultados. Foi assim comigo. Por que equilíbrio? Porque só planejar não te leva a lugar nenhum. Mas não saber planejar vai te levar a correr riscos que podem trazer medo, desperdício de aprendizado e de recursos, te levando de volta à condição inicial e com o gosto de que não servia para você.

E porque também só ação pode ocasionar em esgotamento e improdutividade, tentativa e erro eternos. Mas sem ela não dá pra saber a real, não se cria energia. O resultado desse balanço é o que presenciei na minha vida e hoje me esforço para que todos entendam. A vida é o ciclo eterno de planejar, agir e corrigir o plano.

Quer saber se como funciona o trabalho com um Planejador? Fale comigo, deixe seus comentários e suas dúvidas.

Fique Bem de Vida !!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: